Oitavo ano: Avaliação Bimestral

O-que-foi-o-iluminismo

Caros e caras, segue resumo dos conteúdos da avaliação bimestral (2013)

No século XVIII na Europa, em “resposta” ao Absolutismo, surgiu um movimento cultural, intelectual, político, econômico, social e filosófico, chamado de Iluminismo. Este movimento defendia a educação (queriam escolas para o povo) e a liberdade religiosa, por exemplo. Acreditavam que o uso da razão era o melhor (e único) caminho para se alcançar a liberdade, a autonomia e a emancipação, que não existiam na época do absolutismo, já que ele possuía algumas características das estruturas feudais.

Características do Iluminismo

  • As ideias do iluminismo eram inicialmente disseminadas por filósofos e economistas, que se diziam propagadores da luz e do conhecimento, por isso foram chamados de iluministas.
  • Eles valorizavam a razão  acima de tudo, julgavam o mais importante instrumento para conseguirem alcançar o conhecimento.
  • Estimulavam o questionamento, a investigação e a experiência como forma de conhecimento da natureza, sociedade, política, economia e o ser humano.
  • Eram totalmente contra o absolutismo e suas características ultrapassadas. Criticavam, além dele, o mercantilismo, os privilégios da nobreza e do clero, e a Igreja Católica e seus métodos (a crença em Deus não era criticada).
  • Defendia a liberdade na política, na economia e na escolha religiosa. Também queriam a igualdade de todos perante a lei.
  • Partindo da ideia da educação para todos, idealizaram e concretizaram a ideia da Enciclopédia (que foi impressa entre 1751 e 1780), uma obra com 35 volumes, contendo – em resumo – todo o conhecimento que existia até então.
  • As ideias iluministas eram liberais e logo conquistaram a população, intimidando alguns reis absolutistas que, com medo de perderem o governo, passaram a aceitar algumas ideias do movimento. Esses eram chamados Déspotas Esclarecidos (tentavam conciliar o iluminismo com o absolutismo).

Principais pensadores iluministas

filosofos-e-pensadores-de-teorias-iluministas

Síntese:

1. Busca de um cristianismo sem dogmas, sem revelação divina, sem mistérios e, sobretudo, sem milagres.

2. Inviolabilidade das leis da natureza: exclusão de qualquer intervenção sobrenatural (a natureza é movida por uma regularidade pontual e racional).

3. A razão como supremo critério de valor e de análise do real (o direito e as instituições não devem mais seguir preceitos supostamente divinos, mas humanos e racionais).

4. Liberalismo filosófico e religioso (que prepara o liberalismo econômico).

5. Otimismo: crença no progresso e na capacidade de se aperfeiçoar do gênero humano e de suas instituições.

6. França como centro de irradiação do Iluminismo para toda a Europa (obras de Voltaire, Diderot, etc.)

7. Despotismo esclarecido: monarcas absolutos realizaram reformas profundas, inspirados pelo Iluminismo: tolerância religiosa, limitação ou abolição dos privilégios do feudalismo, modernização do processo penal e outras reformas administrativas.

O Iluminismo inspirou revoluções e processos de independência em vários países; e influenciou parte da filosofia posterior, como o hegelianismo. As idéias iluministas também se encontram na base das reformas democráticas ocorridas no século 19 e no ideal socialista.

Independência dos Estados Unidos

Soldado

Antes: a colonização

O processo de independência dos Estados Unidos começa bem antes, durante a época da colonização daquele território, no século XVII. A Inglaterra foi a responsável pela colonização e manteve os Estados Unidos formados por treze colônias, que foram divididas e colonizadas de duas formas:

  • Colônias do Norte: colonizadas por protestantes europeus fugitivos de perseguições religiosas. Foi chamada de Nova Inglaterra e era uma colônia de povoamento (mão-de-obra livre, economia baseada no comércio, pequenas propriedades e produção para o mercado interno).
  • Colônias do Sul: colonizadas apenas por ingleses e deveriam seguir o Pacto Colonial, eram uma colônia de exploração (latifúndio, mão-de-obra escrava, produção para exportação e monocultura).

 

Entre os anos de 1756 e 1763 ocorreu a chamada Guerra dos 7 Anos, onde a Inglaterra e a França lutaram pela posse dos territórios da América do Norte e a Inglaterra venceu. Mas as consequências do território devastado pelas batalhas caíram sobre os colonos que o habitavam, principalmente os que moravam no norte: os colonos que ajudaram na guerra, reivindicaram algo em troca por terem arriscado suas vidas e as de suas famílias, contudo, a Inglaterra não só os ignorou como aumentou os impostos para se recuperarem mais rápido da guerra, já que o território havia sido afetado. E também criou novas leis que tiravam a liberdade dos norte-americanos, cheias de restrições que desagradaram os colonos.

Durante

Em 1774, os colonos fizeram um congresso (Primeiro Congresso da Filadélfia) em resposta ao que os ingleses estavam fazendo, queriam o fim das leis e medidas restritivas. Mas o rei inglês George III não só recusou as propostas do congresso, como adotou ainda mais medidas controladoras.

Já o Segundo Congresso da Filadélfia, que ocorreu em 1776, tinha como objetivo maior a independência dos Estados Unidos, que já não aguentava a repressão da Inglaterra. Foi durante este congresso que o famoso Thomas Jefferson escreveu a Declaração de Independência dos Estados Unidos da América. Mais uma vez, a Inglaterra não aceitou aquilo, só que os colonos continuaram com seus objetivos e declararam independência (no famoso 4 de julho), o que resultou na chamada Guerra da Independência das Treze Colônias. Os Estados Unidos, apoiados pela França (inimiga da Inglaterra) e Espanha, venceram essa guerra, que ocorreu entre 1776 e 1783.

Depois da independência dos Estados Unidos

  • Os Estados Unidos e sua independência tiveram um grande significado político, pois conseguiram dar origem à primeira nação livre daquele continente.
  • Em 1783, os Estados Unidos tiveram sua independência reconhecida pela Inglaterra.
  • Eles adotaram um sistema político republicano e federalista.
  • A Constituição dos Estados Unidos ficou pronta em 1787. Ela possuía fortes características do Iluminismo. Nela, garantia-se a propriedade privada (para o interesse da burguesia), estava mantida a escravidão e defendia-se os direitos e garantias individuais do cidadão estadunidense.

 

 

Fonte: http://www.estudopratico.com.br/independencia-dos-estados-unidos-resumo/#ixzz2WcN0jHxa

Fonte: http://www.estudopratico.com.br/o-iluminismo-resumo-sobre-as-caracteristicas-e-pensadores/#ixzz2WcJo4sBA

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s